Pesquisa personalizada

Translate:

REALIZE UMA CAPACITAÇÃO, PALESTRA OU OFICINA SOBRE INDISCIPLINA, BULLYING E ATO INFRACIONAL:

O objetivo principal é fortalecer o NEPRE com as ações do SPE - Saúde e Prevenção nas Escolas - o qual é um projeto dos Ministérios da Saúde e da Educação, que conta com o apoio da UNESCO e da UNICEF. Representa um marco na integração saúde-educação e destaca a escola como o melhor espaço para a articulação das políticas voltadas para adolescentes e jovens, principalmente por poder contar com a participação dos sujeitos desse processo: estudantes, famílias, profissionais da educação e da saúde. Neste blog estão publicados textos, links, e principalmente projetos e ações preventivas desenvolvidas pelo NEPRE nas escolas de Joinville, SC, sob a coordenação pedagógica do professor Jorge Schemes da GERED.
Pesquisa personalizada

20 março 2012

Atividade de Prevenção da Obesidade - EEB Senador Rodrigo Lobo


Questionário Aplicado a pais/responsáveis – Etapa 1
NOME DO ALUNO:______________________________________________
IDADE:________ PESO:___________ ALTURA:__________

Responsáveis:

1. Você acha a alimentação do seu filho saudável?
( ) sim ( ) não;

2 . Que tipo de alimento seu filho costuma comer com freqüência?
( ) frutas
( ) salgadinhos
( ) massas
( ) doces
( ) saladas
( ) carnes gordas
( ) leite e derivados
( ) leguminosas ( arroz, feijão etc..)
( ) chocolates

Seu filho, rotineiramente substitui o almoço ou o jantar por algum tipo de lanche?
( ) sim ( ) não;

  1. Quantas horas diárias seu filho assiste a TV?
( ) 2 h ( ) 3h ( ) 4h ( ) 5h ou mais;

  1. Quantas horas diárias seu filho faz uso do computador?
( ) 2 h ( ) 3h ( ) 4h ( ) 5h ou mais;

  1. Seu filho pratica exercício físico regularmente?
( ) sim ( ) não;

Se a resposta for sim:

6.1 Quantas vezes por semana ele se exercita?
( ) 2 vezes ( ) 3 vezes ( ) 4 vezes ou mais.

Fonte: Costa (Adaptado)






ESTADO DE SANTA CATARINA
SECRETARIA DE ESTADO DO DESENVOLVIMENTO REGIONAL - JOINVILLE
GERENCIA DE EDUCAÇÃO – GERED
ESCOLA DE EDUCAÇÃO BÁSICA “SENADOR RODRIGO LOBO”
Rua: Cuba, s/nº - Bairro: Jardim Sofia – Fone: (47) 473-0347.
Joinville – SC CEP: 89.223-710



PROJETO: Obesidade Infantil

Área temática principal: Saúde e qualidade de vida.
Linha programática: Esporte, lazer e saúde.
Público Alvo:Alunos da EEB Senador Rodrigo Lobo

Justificativa
O presente projeto se justifica em razão a realidade atual que aponta para o crescimento mundial da obesidade infantil, o que acarreta graves conseqüências para a saúde física e mental das pessoas portadoras desta patologia, as doenças provenientes da obesidade e a importância de se trabalhar estas informações em conjunto com os exercícios físicos propostos pelo professor de Educação Física. Os resultados obtidos mostram que o percentual das crianças participantes com obesidade já é alarmante e igual aos encontrados pelo IBGE (2000), isso deve aos hábitos alimentares não saudáveis apresentado pelas crianças. Entretanto, fica evidenciado nos resultados encontrados um alto nível de atividade física dos participantes. Como recomendação para novos estudos, ressaltar a importância não só da participação de escolas nesse processo, mas também dos pais. Professores, escola e pais devem estar atentos e participativos nesse processo de conscientização de um estilo de vida saudável já na infância.

Objetivos

A obesidade é um problema de saúde pública em vários países e sua prevalência está
crescendo, com uma estimativa de 250 milhões de obesos no mundo todo, o que equivale a
7% da população mundial. A obesidade está associada ao aumento da morbidade e mortalidade,
além de aumentar o fator de risco para problemas cardiovasculares, metabólicos e
Ortopédicos. A obesidade aumenta o risco para o desenvolvimento de diabetes tipo II hipertensão e osteoartrite. Além destas, outras morbidades podem estar relacionadas, tais como: disfunções da vesícula biliar, doenças cardiovasculares (maior causa das mortes), problemas ortopédicos, distúrbios relacionados à
auto-imagem, complicações respiratórias e maior possibilidade de desenvolvimento de câncer.
A obesidade tem causa multifatorial e resulta de uma interação de fatores genéticos, metabólicos, sociais, comportamentais e culturais.
Além disso, na maioria dos casos ela também está associada ao abuso da ingestão calórica e ao sedentarismo, onde o excesso de calorias se armazena como tecido adiposo.
A obesidade tem um impacto significativo na saúde, bem estar psicológico, longevidade e na qualidade de vida desses indivíduos. Diversos estudos sugerem relação entre a obesidade e declínio na qualidade de vida, sendo este declínio maior nos obesos que não seguem tratamento para perda de peso.
Um dos principais parâmetros a serem avaliados junto com aos alunos, portanto, é a qualidade de vida nessa comunidade escolar. A obesidade exerce um impacto significativo na saúde, no bem-estar psicossocial, na longevidade, e na qualidade de vida dos indivíduos acometidos.

Obesidade Infantil

As crianças com sobrepeso são em regra geral muito envergonhadas com o seu corpo. As crianças são a que menos conseguem combater este problema, não só porque têm vergonha do seu corpo mas também porque têm vergonha de fazer exercício à frente das outras crianças. A única forma de ajudar o seu filho é ajudá-lo a fazer exercício e a ter uma alimentação equilibrada.
Nos últimos anos, numerosos estudos têm sido realizados para descobrir as verdadeiras causas da obesidade infantil. A maioria destes estudos têm identificado os erros nos hábitos alimentares como sendo o principal fator responsável por causar obesidade nas crianças. Além disso, a falta de atividade física bem como outros fatores genéticos têm sido identificados como principais razões por trás ganho de peso repentino em crianças.
Em primeiro lugar orientar os pais a serem solidários para com os seus filhos nos seus esforços para perder peso. Em vez de adicionar mais pressão, devem ser mais animadores. Além disso, devem consultar nutricionistas para elaborar um plano de dieta adequada, que deve excluir o alimento considerado de lixo. Outra boa forma será ajudar as crianças a perder peso através do incentivo para participar em esportes ao ar livre.

Metodologia

O trabalho está sendo desenvolvido de acordo com as seguintes etapas:

Etapa 01
Serão realizadas avaliações físicas na aula de Educação física, com a participação de agentes de saúde do bairro, tais avaliações são compostas por uma avaliação da composição corporal de todos os alunos, obtendo-se a estatura, as medidas de circunferências, de dobras cutâneas e cálculo do IMC e medidas da pressão arterial. Os materiais utilizados para tal procedimento serão: fita antropométrica, balança e aparelho de pressão.

Etapa 02
Os responsáveis dos alunos dessa unidade escolar responderão um questionário (anexo)e com a coleta de dados que serão tabulados pela escola e posteriormente a construção de um gráfico para amostragem a comunidade na apresentação das duas palestras, a primeira com o Dr.Carlos Eliel Torres do hospital da UNIMED com o tema :Obesidade seus malefícios e a segunda com a nutricionista da empresa servidora da alimentação dos alunos NUTRIPLUS com o tema :Reeducação alimentar.

Etapa 03
Os alunos das séries iniciais realizarão atividades pedagógicas:

* Literaturas: O piquenique do Catapimba (Ruth Rocha), O sapinho faminto (Joanne Partis) e Dois ursinhos famintos (linda Cornwell);
*Apresentação sobre o projeto para as crianças;
* Decorar a sala com as crianças, tornando a sala temática com o projeto;
*Apresentação da pirâmide alimentar e construção da pirâmide alimentar pelas crianças (teste); *Estudo sobre os nutrientes, alimentação equilibrada e curiosidades;
* Estudo exemplificado com as plantas: as plantas que não tem ar fresco, não é adubada, que não toma água (hidratada) relacionando com o corpo humano;
*Criação de dois bonecos o “saudável” e o “não saudável”, explicação de hábitos saudáveis e não saudáveis; *Distribuição de salada de frutas;


Cronograma

O projeto está dimensionado para ser realizado no mês de março e nesse período, tem-se como proposta oferecer aos alunos , conhecimentos e oportunizá-los a prática de atividades físicas regulares e reeducação alimentar.


Conclusão

Uma vez que a obesidade infantil atinge um número cada vez mais significativo de indivíduos na
população e vem acompanhada de um aumento da morbidade e mortalidade, e aumenta o
fator de risco destas pessoas desenvolverem problemas cardiovasculares, metabólicos e ortopédicos, faz necessário que se desenvolvam ações apropriadas de forma a promover saúde e qualidade de vida para estes indivíduos. Esta experiência deixa comprovado que se pode fazer um trabalho diferenciado no âmbito escolar, introduzindo maneiras diversas de conciliar o ensino com a qualidade de vida. Finalizando, acredita-se que o resultado sempre será positivo quando estamos buscando o melhor para nossos alunos. Uma recomendação importante que nos permite fazer é que o envolvimento dos pais nesse processo. Com a escola promovendo um trabalho interdisciplinar e disponibilizando mais tempo para o desenvolvimento dessas ações com certeza o aproveitamento seria maior ainda. O professor, como formador de opinião e de conceitos, provém intermediar assuntos transversais que beneficiem a vida dos alunos. Muitas vezes, o professor de Educação Física prende-se somente ao desenvolvimento motor ficando alheio a esses temas.


Referências
  • BRAILE BIOMÉDICO – Alimentação Saudável. Disponível em: http://www.braile.com.br/saude/alim_sau.htm. Acesso em: 16 set. 2007.
  • BRASIL. Ministério do Desenvolvimento Social e Combate a Fome. Educação alimentar e nutricional. São Paulo: Globo, 2002
  • ROMA, Alexandre; et al. Impacto de um programa semanal de atividades físico-desportivas para mudança de estilo de vida de crianças obesas. Corpoconsciência, v. 9, n. 1, p. 57-64, jan./jun. 2005.
  • SICHIERI, Rosely. Atividade Física. Epidemiologia da Obesidade: questionário. Rio de Janeiro: UERJ, 1998.
  • WILMORE, Jack H.; COSTILL, David L. Fisiologia do esporte e do exercício. 2.ed. São Paulo: Manole, 2001.
  • OLIVEIRA,Amauri Aparecido Bássoli de,Fundamentos pedagógicos do Programa Segundo tempo:reflexão á pratica.2ed. Maringá:Eduem,2009.

ESTADO DE SANTA CATARINA
SECRETARIA DE ESTADO DO DESENVOLVIMENTO REGIONAL – JOINVILLE
GERENCIA DE EDUCAÇÃO – GERED
ESCOLA DE EDUCAÇÃO BASICA “ SENADOR RODRIGO LOBO”
Rua Cuba, s/n – Bairro Jardim Sofia – fone: 3473-0347
Joinville – SC CEP: 89.223-710

Relatório das atividades realizadas na Semana da Mobilização da Saúde na Escola

As atividades realizadas na referida semana aconteceram a partir de um projeto elaborado em parceria entre a E.E.B. Senador Rodrigo Lobo,o posto de saúde do bairro e a UNIMED.
As ações iniciaram no dia 05/03/2012 e terão continuidade durante o mês de março.
A elaboração teórica do projeto ficou sob a tutela da Assessora da Direção, e a parte inicial da execução aconteceu através das atividades realizadas pelos professores de Educação Física e da Equipe do Posto de Saúde do bairro, que fez a pesagem e medição dos estudantes.
As professoras das séries iniciais trabalharão neste mês através de livros de literatura infantil abordando o tema.
Os estudantes tiveram ainda informação sobre alimentação saudável e contato com os alimentos preparados na merenda escolar, pelas cozinheiras desta UE.
Os estudantes do Ensino Médio participaram da programação através da palestra solicitada pela Diretora da Escola, junto à UNIMED sob o título: Alimentação Saudável, proferida pelo Dr Carlos Eliel Torres.
Ressaltamos aqui, a interação do médico com os estudantes, que cedeu todo o material particular para a palestra (slides), quando solicitado por um grupo de estudantes que demonstrou um maior interesse pelo assunto.
Gostaríamos de elogiar a iniciativa da Gerência, pois é um passo inicial para combatermos um mal crescente no planeta e a escola como informadora e formadora deve ter o compromisso de desenvolver a consciência dos indivíduos sobre o cuidado da sua própria saúde e do seu corpo.
Ps: Seguem anexos o projeto escrito e as imagens registradas.

Joinville, 15 de março de 2012.

Maria da Graça Leão Moreira.
Diretora de Escola


Palestra Alimentação Saudável – Dr. Carlos Eliel Torres (UNIMED)

Palestra Alimentação Saudável – Dr. Carlos Eliel Torres (UNIMED)

Atleta destaque em atletismo

Estudantes em contato com os alimentos e as cozinheiras

Estudante se alimentando


Nenhum comentário:

REALIZE EM SUA ESCOLA UMA CAPACITAÇÃO PARA PROFESSORES, GESTORES, ESPECIALISTAS E EDUCADORES SOBRE:


TEMA: INDISCIPLINA, BULLYING, ATO INFRACIONAL E MEDIAÇÃO DE CONFLITOS NA ESCOLA


MINISTRANTE: PROFESSOR JORGE SCHEMES*


Mini Currículo:
Formação: Bacharel em Teologia com Ênfase em Grego e Hebraico (SALT). Licenciado em Pedagogia com Habilitação em Séries Iniciais e Administração Escolar (FGG). Licenciado em Ciências da Religião com Habilitação em Ensino Religioso (FURB). Pós-Graduado em Interdisciplinaridade e Metodologia do Ensino Superior (UNIVILLE). Pós-Graduado em Psicopedagogia Clínica e Institucional (FACINTER). Pós-Graduado em Mídias na Educação (FURG). Pós-Graduado em Coordenação Pedagógica (UFSC). Atuação Profissional: Técnico Pedagógico na Gerência de Educação de Joinville – GERED – Responsável pelo NEPRE, APOMT e APÓIA. Professor das disciplinas de Filosofia da Educação; História da Educação, Antropologia Cultural, Empreendedorismo, Educação e Conjuntura Política, Projetos Educacionais e Corporativos, Educação, Comunicação e Novas Tecnologias na FGG (Faculdade Guilherme Guimbala - ACE - Associação Catarinense de Ensino - Curso de Pedagogia). Professor de Religião no Instituto de Parapsicologia de Joinville. Professor de Ensino Religioso na Escola Pública Municipal Saul Sant'Ana de Oliveira Dias. Membro Conselheiro do COMEN e da CMAIDS (Conselho Municipal de Entorpecentes e Comissão Municipal de Prevenção e Controle de DST/AIDS). Membro da aliança:"Por Um Mundo Sem Tabaco", do INCA (Instituto Nacional do Câncer). Autor do Livro: "O Que Você Precisa Saber e Fazer Para Deixar de Fumar" - Editora DPL. Escritor e Palestrante. Contato pelo e-mail: jorgeschemes@yahoo.com.br

* Currículo Completo Disponível em:
http://lattes.cnpq.br/4338194471582467


1. TEMA:
Indisciplina, Bullying, Ato Infracional e Mediação de Conflitos na Escola.


2. JUSTIFICATIVA:
Considerando que atualmente a indisciplina no ambiente escolar, o fenômeno Bullying e o ato infracional são fatos concretos que interferem de maneira negativa no processo pedagógico; Considerando que a falta de limites não é apenas um problema que se manifesta na escola mas também nas famílias; Considerando que os profissionais da educação se sentem reféns da indisciplina e da violência manifestada pelo corpo discente; Considerando que o corpo docente e técnico administrativo da escola pode estar falhando nas abordagens de resolução de conflitos na escola; Considerando ainda que há uma má interpretação ou mesmo desconhecimento da sistemática proposta pelo Estatuto da Criança e do Adolescente nos casos de omissão da família e dos direitos e deveres previstos nesta Lei, faz-se necessário uma parada pedagógica para discutir e analisar tais questões e levantar possíveis alternativas de abordagem para tais problemas.


3. OBJETIVO GERAL:
Refletir sobre as possíveis causas da indisciplina, características do Bullying e dos Atos Infracionais no ambiente escolar e fornecer orientações práticas para a prevenção e a superação de tais fenômenos contemporâneos.


4. OBJETIVOS ESPECÍFICOS:
1. Refletir sobre as possíveis causas da indisciplina na sala de aula e alternativas de superação dos conflitos na relação professor(a) aluno(a).
2. Entender a diferença entre indisciplina, Bullying e Ato Infracional.
3. Sistematizar um protocolo de ações para prevenção e atendimento em casos de indisciplina , Bullying e de Atos Infracionais.
4. Entender e aplicar as diretrizes do Estatuto da Criança e do Adolescente e outras legislações pertinentes na prática pedagógica cotidiana.
5. Refletir sobre as possibilidades da mediação de conflitos na escola como ferramenta de prevenção e superação da violência escolar.


5. PÚBLICO ALVO:
Professores, Orientadores, Supervisores e Gestores Escolares.


6. METODOLOGIA:
1. Aula expositiva e dialogada.
2. Apresentações, seminário e fórum para debate.
3. Leituras e discussão de textos pertinentes ao tema.
4. Dinâmicas e reflexões.


7. RECURSOS DIDÁTICOS:
Textos, Multimídia, Internet, Slides, Blogs.


8. CRONOGRAMA/EMENTA
Proposta de Capacitação de 16 horas mais 04 horas de atividades de extensão, somando um total de 20 horas:

8.1 DIA/PERÍODO/TEMAS E ATIVIDADES:


Matutino - 04 horas.
1. O Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA) no contexto da relação professor x aluno – direitos e deveres.
2. Questionamentos sobre o ECA (atividade em pequenos grupos).
3. Socialização, debate e análise dos questionamentos sobre o ECA.


Vespertino - 04 horas.
1. Conceituando disciplina e indisciplina.
2. Os quatro focos da indisciplina (análise a auto-análise).
3. Estudo de casos (atividade em pequenos grupos).


Matutino - 04 horas.
1. Continuação do estudo de casos (atividade em pequenos grupos).
2. Indisciplina, Bullying e Ato Infracional.
3. Protocolo de Ações e Regimento Escolar.


Vespertino - 04 horas.
1. Prevenção e mediação de conflitos na escola.
2. Indicações de documentos e legislação.
3. Formulação de um protocolo de ações.

Observação: A capacitação poderá ser realizada em todos os dias da semana, incluive no sábado e no domingo, com a possibilidade de ser realizada também no período noturno.

9. AVALIAÇÃO:
A avaliação será diagnóstica, processual, formativa, cumulativa e global, incluindo auto-avaliação reflexiva da participação do(a) aluno(a) no processo de construção do conhecimento. Se dará por meio de observação sistemática e anotações em instrumentos próprios para tal.


10. CARGA HORÁRIA:
16 horas mais 04 horas de atividades de extensão, somando um total de 20 horas.


11. REFERÊNCIAS BÁSICAS:
Estatuto da Criança e do Adolescente - ECA.
Documentos e Legislação disponíveis em:
http://www.projetonepre.blogspot.com/

Outras indicações bibliográficas dadas durante a capacitação.

12. INVESTIMENTO:

A combinar:

Ligue: 47-9244-6801 ou entre em contato:
jorgeschemes@yahoo.com.br


13. PALESTRA OU OFICINA PARA PROFESSORES E EDUCADORES:

Há também a opção de realizar esse projeto em forma de palestra ou oficina nas escolas, para professores e corpo técnico pedagógico e administrativo, com duração de 04 horas ou 08 horas, nos turnos matutino, vespertino ou noturno.


O investimento total da palestra de 04 horas ou oficina é de R$ 500,00 (Quinhentos Reais - Incluindo despesas com transporte, estadia e alimentação - preço válido para o Estado de Santa Catarina), e se for para o dia todo com carga de 08 horas, o investimento é de R$ 1.000,00 (Mil Reais).


Para outros Estados o valor deve ser negociado pelo e-mail jorgeschemes@yahoo.com.br ou pelo fone 47-9244-6801.


Para escolas da Rede Pública de Joinville (SC) e Região, o valor da palestra ou oficina de 04 horas é de R$ 350,00 (Trezentos e Cinqüenta Reais - Sem custos adicionais), e se for para o dia todo com carga de 08 horas, o investimento é de R$ 700,00 (Setecentos Reais).


As vagas para a oficina são limitadas até o número máximo de 50 participantes.

Dúvidas?
Contato pelo e-mail jorgeschemes@yahoo.com.br ou pelo fone 47-9244-6801.


14. OUTRAS PALESTRAS E OFICINAS:

http://www.schemespalestras.blogspot.com


Pesquisa personalizada